sábado, 13 de março de 2010

AO fechar os olhos.




Passei por longos bairros,até habitei em alguns, cooperei com algumas famílias.
Em algumas cidades, passei deixando meu cheiro e uma linda lembrança em cada um dos seus pontos turísticos.
Em algumas casas entrei e pelo chão deixei cair muitos dos meus cabelos.
Mas em cada lugar freqüentado não passei por mais de cinco minutos,
Mas creio eu, que minha existência se fará presente por mais de cinco milhões de anos.
É que não costumo perder passagens !
E depois de uma longa caminhada, irei repousar.
Fechar os olhos, e descansar minha alma.
Só pra ver quantas pessoas deixei chorando.
Como disse um digníssimo poeta palmarense que agora me falha a memória seu nome:
“Em meu nascimento, enquanto eu chorava riam de mim,
Agora em minha morte, deixo vocês palhaços chorarem,
Enquanto daqui eu rio de vocês ”
È um tanto agressivo, mas eu gosto de repeti-lo sempre.
Sei que por aqui irei deixar saudades,
e que só voltarei pra ver quantos desses chorarão por mim.
Só sei que enquanto corpo vivo, me satisfaço ao Maximo.
E enquanto alma não será diferente.

2 comentários:

Gessica Diniz disse...

karaaaambaaa o.O
texto perfeito veey *_*

magia de menina disse...

admito, serei a palhaça a chorar por você ♥.

Postar um comentário